Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Bacharelado em Ciências Biológicas da UFSB tem nota máxima na avaliação do MEC
Início do conteúdo da página

Bacharelado em Ciências Biológicas da UFSB tem nota máxima na avaliação do MEC

  • Escrito por Heleno Rocha Nazário
  • Publicado: Quinta, 18 de Agosto de 2022, 15h55
  • Última atualização em Quinta, 18 de Agosto de 2022, 16h55
  • Acessos: 1662

bach cbiol aula prática 01O curso de Bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) é um dos avaliados com nota máxima na recente divulgação do Ministério da Educação. A nota 5, a máxima na escala, reconhece a qualidade do curso em três dimensões avaliativas: organização didático-pedagógica; corpo docente e tutorial; infraestrutura. O curso de segundo ciclo integra o Centro de Formação em Ciências Ambientais (CFCAm), sediado no Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, e oferece uma formação de alta qualidade e gratuita, além de sintonizada com as principais demandas da profissão em relação ao território onde a UFSB está instalada e às principais questões da área ambiental.

Com uma infraestrutura composta por diversos laboratórios e inserido em uma região rica em diversidade de espécies, os alunos de Ciências Biológicas da UFSB também contam com uma equipe de docentes e técnicos qualificados. Essa combinação favorece o aprendizado em contato com a natureza e com técnicas e tecnologias de pesquisa atualizadas. Conforme o coordenador do curso, professor Felipe Nuvoloni, a oferta do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas constituiu uma opção formativa no ensino superior da região Sul da Bahia desde 2018. "Esta região abriga diversos municípios de pequeno porte, com múltiplos desafios de desenvolvimento social, econômico e ambiental, e com demandas explícitas de atuação universitária, formação de recursos humanos e profissionais conectados com a sua realidade de vida". O curso também se destaca pela participação e realização de eventos de popularização da ciência e de promoção de contato da comunidade regional com a UFSB.

 

Diferenciais 

A localização do curso, e do próprio CFCAm, é estratégica para a preparação de novos biológos e profissionais da área. "Especificamente no Extremo Sul da Bahia, encontra-se uma das mais importantes e extensas áreas protegidas do corredor central da Mata Atlântica (BRASIL/MMA, 2006), compreendendo uma diversidade de áreas protegidas, que incluem quatro grandes parques nacionais (Descobrimento, Monte Pascoal, Pau Brasil e Abrolhos), mas em contrapartida não havia a oferta de cursos regulares de graduação em Ciências Biológicas para estudo da biodiversidade local, mostrando a importância da implantação do Bacharelado em Ciências Biológicas na UFSB em 2018. Assim, a riqueza da biodiversidade regional e todos os bens e valores associados a ela, bem como as demandas e desafios requeridos para a sua conservação, representam uma fonte de riquezas e campo de atuação para os egressos e material de estudo para os pesquisadores do curso", argumenta o professor Felipe Nuvoloni.

bach cbiol aula prática 04Toda essa abundância natural é aproveitada para contemplar os estudantes com aulas práticas, saídas de campo, projetos de pesquisa e períodos de estágios dentro e fora da UFSB. O coordenador avalia que esse esforço têm rendido bons resultados: "O curso tem realizado parceria com empresas e instituições locais para oferta de campo de estágio para nossos discentes, sendo que temos/tivemos discentes atuando nas secretarias municipais de meio ambiente e saúde do município, junto ao ICMBIO na gestão das unidades de conservação da região, em pousadas em ações de educação ambiental, empresas de licenciamento e consultoria ambiental, Veracel, CIPPA, dentre outros". O professor Nuvoloni conta que a aceitação dos novos profissionais já está sendo reconhecida também no campo da pesquisa: "Nossos egressos têm conseguido aprovação em cursos de mestrado concorridos, como o de Ecologia e Bioinformática (UFMG), Zoologia, Ecologia e Sistemas Aquáticos Tropicais (UESC), e alguns também tem optado em permanecer no mestrado na própria instituição, como no Programa de Pós Graduação em Ciências e Tecnologias Ambientais (PPGCTA)".

Um ponto forte destacado pelo coordenador, e que explica como é possível oferecer essa preparação de novos profissionais e pesquisadores está na composição do corpo docente, com 100% dos professores envolvidos com o curso tendo o nível de doutor/a e trabalhando em regime de dedicação exclusiva com a UFSB. Outro ponto bem avaliado é a infraestrutura utilizada para ensino, pesquisa e extensão. "campus conta com infraestrutura adequada de salas de aula, todas com kit multimídia, computadores e projetores. Mas acredito que um diferencial para o curso de ciências biológicas é o uso dos laboratórios de ensino e pesquisa, tanto para a realização das aulas práticas como para desenvolvimento de pesquisa em iniciação científica como para TCC", conta o professor Nuvoloni. Mesmo com algumas dificuldades atuais causadas por cortes orçamentários, ele pontua que de forma geral os espaços físicos são adequados para a realização de muitas das aulas práticas demandadas no curso, principalmente para as áreas ambientais. "Um ponto importante é a existência das coleções biológicas do Jardim Botânico Floras e Herbário Geraldo Carlos Pereira Pinto (GCPP), e da Coleção de Zoologia, que possibilitam o estudo de muitos organismos da nossa fauna e flora local", conclui o coordenador.

 
Nota de excelência
 
bach cbiol feira das profissões 01O professor Felipe Nuvoloni diz que a nota 5 representa que o curso de Ciências Biológicas da UFSB é um curso de excelência perante o MEC, dentre os melhores cursos da área no Brasil. "Considerando que a UFSB tem menos de dez anos de implantação e o curso apenas quatro anos, atingir a nota 5 logo na primeira avaliação indica que todos os esforços foram válidos. Houve muito trabalho e dedicação dos docentes para que o curso pudesse ser iniciado, estruturado e que hoje funcione de forma adequada, se tornando uma ótima opção formativa para os discentes da nossa região", pontua. Ele menciona que os avaliadores do MEC afirmaram que "dá pra perceber que o curso tem a cara e perfil da região":  "Isso é um motivo de grande orgulho, pois o nosso objetivo é exatamente esse: que o curso possa servir e contribuir com as demandas sociais, educacionais, ambientais e econômicas da região, atendendo preferencialmente a nossa comunidade, mas também de portas abertas para estudantes de todo o país. A nota 5 indica que a região e a UFSB podem se orgulhar por terem um dos cursos mais jovens de Ciências Biológicas do país a atingir o conceito conceito máximo no MEC. É importante ressaltar que, apesar do ótimo conceito, ainda temos muitos desafios a serem superados, mas estamos em pleno crescimento e com perspectivas de melhoria a cada ano", afirma o professor Nuvoloni.
 
bach_cbiol_expo_historia_natural_02.jpgPara o decano do Centro de Formação em Ciências Ambientais (CFCAm), professor Fabrício Zanchi Berton, a nota 5 do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas "repercute de forma extremamente positiva para nossa unidade. Esta nota máxima expressou todo o comprometimento desta instituição e de todos os envolvidos (coordenação, docentes e técnicos administrativos) com uma educação de qualidade". Berton destaca que o CFCAm não têm medido esforços para o desenvolvimento regional e de forma incansável, buscando a melhor educação alinhada com os anseios de uma região tão valiosa em termos de biodiversidade e cultura: "Isso só reflete o que o curso de Bacharelado em Ciências Biológicas do CFCAm da UFSB se propôs, no entendimento e cooperação com o desenvolvimento de uma excelência educacional para esta região que tanto merece".
O pró-reitor de Gestão Acadêmica, professor Francesco Lanciotti, pontua que "é sempre bom receber avaliação positiva naquilo que realizamos. Esse é mais um ótimo resultado para a UFSB e, antes de mais nada, nos mostra que estamos no caminho certo. É indiscutível o papel do CFCAm e das/os profissionais diretamente envolvidos com o curso, e acho que toda comunidade da UFSB deve se orgulhar por mais esse resultado e merece os parabéns por ele pois, de uma forma ou de outra, contribuiu [para o resultado]".
 
A reitora da UFSB, professora Joana Angélica Guimarães da Luz, comenta que a nota 5 do curso de Ciências Biológicas mostra o envolvimento e a dedicação de todos na instituição, em especial dos professores envolvidos no curso, que enfrentam diretamente as dificuldades vividas pelo cenário das universidades federais atualmente. Ela celebra o empenho de docentes, discentes e técnicos na construção da universidade a partir da vivência e estruturação do curso e do CFCAm, com pesquisas de ponta, atividades junto à comunidade externa e participação nos debates ambientais da região. "Eu costumo dizer que a nossa universidade é jovem, pequena porém ousada, e essa ousadia se mostra cada vez mais nas notas que temos recebido, no reconhecimento que temos tido nesses processos acadêmicos, de repercussão na comunidade. Essa nota máxima do curso de Ciências Biológicas é motivo de orgulho para todos nós", conclui a reitora.
registrado em:
Fim do conteúdo da página