Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > I Seminário das Licenciaturas Interdisciplinares atraiu docentes e estudantes em Teixeira de Freitas
Início do conteúdo da página

I Seminário das Licenciaturas Interdisciplinares atraiu docentes e estudantes em Teixeira de Freitas

  • Publicado: Terça, 08 de Agosto de 2023, 15h23
  • Última atualização em Quinta, 10 de Agosto de 2023, 11h29
  • Acessos: 1082

Panoramica Mesa de abertura SELIC

 

O I Seminário das Licenciaturas Interdisciplinares, ou #SELIC como ficou conhecido, ocorreu no início do mês de agosto e reuniu estudantes de graduação, alunos/as e professores/as de escolas públicas da região e professores/as universitários para discutir o tema Cenários emergentes para formação de professores no extremo sul da Bahia. O evento, que vinha sendo planejado e aguardado pela comunidade acadêmica há algum tempo, contou com a participação da reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), professora Joana Angélica Guimarães da Luz, e de representantes de pró-reitorias da instituição. Ainda na abertura do Seminário, uma apresentação cultural organizada pelos professores supervisores do PIBID Samuel Braga, Leandro Vieira e Dalte Santos, entusiasmou os participantes do evento com músicas populares e do cancioneiro nordestino.

 

Mesa de abertura do SELICA mesa temática da primeira noite do evento foi composta pela coordenadora institucional do PIBID e da Residência Pedagógica, professora Gabriela Rodella, e pelo diretor da UNEB-Campus X, professor Ariosvaldo Gomes. Em um debate temático profícuo, os convidados puderam dialogar com a plateia a respeito das demandas do território em relação à formação de professores/as e sobre como a UFSB e a UNEB têm contribuído para ampliação deste campo formativo e para o enfrentamento dos desafios postos. Na segunda noite, a conferência A reforma do Ensino Médio: antecedentes, impactos e decorrências gerou um conjunto diverso de questões e intervenções respondidas e analisadas pelo professor convidado Nildon Pitombo, físico e docente da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), com longa atuação na Secretaria de Educação do Estado da Bahia, onde hoje atua junto à assessoria do Gabinete do secretário da pasta, além de compor o Conselho Estadual de Educação.

 

Entre os dias 02 e 03/08, pela manhã e à tarde, atividades diversificadas integraram a programação do seminário que ofereceu à comunidade local oficinas com aprendizagens práticas, jogos e amostras de temáticas desenvolvidas pelos/as discentes da UFSB em seus programas de estágio, projetos de iniciação científica e de extensão. Antes de cada uma dessas atividades, principalmente direcionadas aos estudantes de escolas públicas convidadas, foi realizada uma apresentação dos cursos de licenciatura interdisciplinar do Instituto de Humanidades de Artes e Ciências (IHAC-CPF), a fim de oferecer um panorama das experiências formativas que estão disponíveis no âmbito de cada curso - Artes, Ciências Humanas, Ciências Naturais e Linguagens. Ainda integraram a programação múltiplas salas destinadas para “Cine-debate”, com a projeção de curtas e longas metragens que contaram com a mediação de docentes da universidade. Os/as participantes do evento também puderam desfrutar de exposições de projetos de extensão e pesquisa desenvolvidos no campus, uma sessão do grupo de apoio mútuo para a ansiedade (GAMA) e sessões de massoterapia. Para os/as professores/as e coordenadores/as pedagógicos do município foram oferecidos minicursos com ênfase em temas de interesse para sua formação continuada.

 

NEOJIBA participa da atividade cultural durante encerramento do eventoA noite de encerramento do evento contou com a participação da orquestra infanto juvenil NEOJIBA, que tocou alguns dos clássicos da música brasileira e internacional e recebeu aplausos da plateia. Pretendendo alcançar um número ainda maior de pessoas, entre as ações estratégicas de mobilização promovidas pela comissão organizadora do evento, foi realizada uma ampla cobertura multimídia envolvendo principalmente a disseminação de conteúdo sobre o seminário nas redes sociais do campus, como seu perfil no instagram (@UFSB.CPF), além de inserções em rádios e webtvs da cidade de Teixeira de Freitas, como a TV Sul Bahia. Conforme a organização do evento, aproximadamente mil pessoas estiveram presencialmente no evento ao longo de toda sua programação, dentre alunos/as e professores/as das escolas públicas da região, docentes e discentes das universidades locais, entre outros/as. Nas redes sociais, o alcance e repercussão também foram significativos com amostras relacionadas ao evento alcançando mais de 57 mil impressões totais.

 

Estudantes_durante_oficinas_oferecidas_pela_LICN.jpgA comissão organizadora do I SELIC atribui parte do êxito do evento à diversificação das ações propostas/oferecidas ao público, sendo este um exemplo da pluralidade que é uma das marcas das licenciaturas interdisciplinares do IHAC-CPF. Tal aspecto se nota, por exemplo, nas temáticas das oficinas dispostas à comunidade: Op arte, Macramê, Jogos teatrais, Passeio pelo Parque Natural de Abrolhos em realidade aumentada; Biotecnologia alimentarPoética, Leitura e releitura de cordéisGramática, texto e reflexão, dentre outras ofertas. Três espaços de formação continuada foram dirigidos para docentes da rede pública: os minicursos Aprendizagem Ubíqua: conectando saberes e Construções de protótipos didáticos para práticas argumentativas em sala de aula na escola pública, além da mesa-redonda Construção e conhecimentos de práticas docentes a partir das travessias e partilha no PPGER. Essas e outras das ações que integraram o seminário também pretendiam estabelecer uma maior conexão entre a universidade e a comunidade viabilizando aprendizados significativos e uma maior aproximação dos/as envolvidos/as com os espaços universitários e com os cursos ofertados pela UFSB.

 

Professora Debora Kavalek e estudantes da rede da Residencia pedagogica durante o eventoPara os/as estudantes das licenciaturas, por sua vez, de acordo com os diversos depoimentos recebidos pela comissão organizadora, a iniciativa se constituiu num rico e proveitoso espaço de contato com o público externo à universidade, sendo também uma oportunidade de colocar em prática as experiências obtidas tanto em sala de aula quanto em ações de extensão e durante o estágio curricular aperfeiçoando assim suas habilidades e experimentando possibilidades que também se ligam ao que é exigido no mercado de trabalho. O acesso a essas vivências, segundo estes mesmos relatos, também ajuda a compreender um pouco melhor a educação básica na região e planejar modos de agir diante das diversas situações didáticas que estão postas nesses contextos. Todos os esforços empreendidos para realização desse seminário, que contou com o fundamental apoio dos/as monitores inscritos/as para colaborar diretamente com a organização do evento, reforçam a convicção de que são indispensáveis as aproximações entre a educação básica e o ensino superior. Este processo se faz primordialmente por meio da escuta e da interação com as comunidades locais, ênfase que presidiu as ações do seminário.

 

Comissao organizadora e monitores ao final do eventoPara além disso, perspectivar as demandas formativas locais e arregimentar projetos e ações para enfrentar os desafios emergentes nesse campo, se mostra essencial, sendo esta uma iniciativa de natureza coletiva algo evidenciado na articulação entre as duas instituições que principalmente fomentam a formação docente no extremo sul baiano, algo que também integrou a programação do seminário. Assim, pode-se afirmar que a primeira edição do SELIC cumpriu com seu papel de promover espaços para o fortalecimento da formação docente gerando engajamento das comunidades locais e permitindo a interação entre diferentes atores desse segmento na região. O I Seminário das Licenciaturas Interdisciplinares do IHAC/CPF contou com incentivos do Governo do Estado da Bahia e da Prefeitura de Teixeira de Freitas, além dos apoios institucionais da Reitoria da UFSB.

 

 

Com informações de Kleberson Bandeira e Daniel Pinheiro (UFSB/CPF)

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página