Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > [ARRAIAL d'AJUDA] - I Encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Bahia (ECOBA)
Início do conteúdo da página

[ARRAIAL d'AJUDA] - I Encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Bahia (ECOBA)

Escrito por Malu Carvalho | Publicado: Segunda, 27 de Junho de 2022, 09h17 | Última atualização em Segunda, 27 de Junho de 2022, 09h18 | Acessos: 307
 
O que: I Encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Bahia (ECOBA)
Quando: 26 a 29 de junho
Onde: Arraial d'Ajuda Eco Resort - Centro de Convenções e transmitido pelo Canal do Youtube da UFSB CSC - https://www.youtube.com/c/UFSBCAMPUSSOSIGENESCOSTA
Inscrições gratuita: https://bit.ly/3N2W78T
Programação completa: www.fbcbh.org
 
 
 
I ECOBAEntre os dias 26 e 29 de junho de 2022, Porto Seguro (com transmissão ao vivo pelo Canal do Youtube da UFSB CSC - https://www.youtube.com/c/UFSBCAMPUSSOSIGENESCOSTA) será sede do I Encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Bahia (ECOBA), no qual se discutirá gestão das águas, monitoramento das enchentes, educação ambiental e sustentabilidade. O evento reunirá em Porto Seguro os 14 Comitês de Bacias Hidrográficas da Bahia, além de representantes de grupos sociais, lideranças, especialistas, pesquisadores, gestores públicos e participantes de todas as regiões da Bahia.
 
O ECOBA será realizado no Arraial D’Ajuda Eco Resort, em Porto Seguro e, em sua essência, traz 5 objetivos primordiais, que compõem os pilares e diretrizes do evento: (1) - Apresentar o Sistema de Gestão; (2) - Avaliação e Prevenção das Cheias; (3) - Trabalhar a Educação Ambiental; (4) Ampliar a Representatividade da Sociedade Civil; e (5) - Elaborar a Carta de Porto Seguro. A programação completa está disponível no site www.fbcbh.org. Pelo reconhecimento da sua relevância para a proteção do meio ambiente e o desenvolvimento social e econômico da Bahia, este projeto tem o patrocínio da EMBASA (Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A) e da BAMIN - Bahia Mineração S/A.
 
Na apresentação do Sistema de Gestão, o I ECOBA traz a história, estrutura, articulação, abrangência e outros componentes do modelo de gestão, que se apoia nas ações do Fórum Baiano dos Comitês de Bacias Hidrográficas (FBCBH), que é a instância colegiada formada pelos 14 Comitês de Bacias legalmente instituídos, no âmbito do Sistema Estadual de Recursos Hídricos existentes no território do Estado da Bahia e Interestadual.
 
O projeto discute também ações de Avaliação e Prevenção de Cheias na Bahia, para pensar tecnologias de monitoramento das enchentes e inundações, como as que atingiram fortemente o sul do estado e contribuir na reflexão para a importância do correto gerenciamento de riscos e usos dos recursos hídricos na Bahia, pauta urgente na construção de planos de redução de prejuízos e danos causados nessas catástrofes. De acordo com a Associação de Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (AMURC), 34 municípios foram atingidos pelos temporais no final de 2021. As cidades que mais registraram prejuízos são: Dário Meira, Itajuípe, Itapé, Itabuna e Itapitanga. Ao todo, 14.230 pessoas ficaram na época desabrigadas.
 
Para dar suporte à elaboração e o desenvolvimento de programas e campanhas de Educação Ambiental, o Encontro propõe a reflexão sobre ações, projetos e pesquisas de Educação Ambiental, envolvendo nesse eixo a Universidade Federal do Sul da Bahia, as Escolas dos Municípios da Costa do Descobrimento e a população da região para participar e interagirem com as diversas atividades do evento. Ampliar a consciência sobre como rotinas e atitudes mais cidadãs podem colaborar para a preservação do meio ambiente e para a geração de um desenvolvimento econômico e social sustentável.
 
Com a missão de Ampliar a Representatividade da Sociedade Civil Organizada na gestão das águas, de forma descentralizada e participativa, o ECOBA, através da transmissão de todos os debates ao vivo pelo youtube, possibilita a contribuição e a interação do público via chat. As colaborações recebidas por meio da internet serão absorvidas para o aprofundamento dos debates e posterior redação da Carta de Porto Seguro, documento relevante que servirá como embasamento para as políticas públicas de gestão do sistema de recursos hídricos no Estado da Bahia nos próximos anos. Sendo assim, a elaboração da Carta resultará em um documento com a participação popular de diversos setores, lideranças e, claro, dos representantes dos comitês de bacias hidrográficas baianos; incluindo o resultado dos conteúdos das 8 mesas de debates que serão realizadas durante o encontro.
 
“O I ECOBA” se dará em um momento ímpar pela retomada dos eventos presenciais no pós-pandemia. Trata-se de uma oportunidade única para o restabelecimento das relações interpessoais que estão na gênese dos Comitês de Bacia Hidrográfica e que são a base para interlocução, o debate e a troca de experiências, tão fundamentais para o processo de aprimoramento das políticas públicas”, reflete Anselmo Barbosa Caires Coordenador Geral do ECOBA.
 
É nesse contexto e perspectiva de planejamento, construção e de ações de pesquisa e de interlocução social, política e ambiental, realizadas em diálogo com as diversas instâncias e setores da sociedade, que nasce agora o I ECOBA, que irá reunir os 14 Comitês de Bacia do estado, além de representantes de grupos sociais, lideranças, especialistas, gestores públicos e participantes de todas as regiões da Bahia. Todas essas contribuições irão gerar Plano de Trabalho para 2023, para, por exemplo investigar as consequências das mudanças climáticas e as formas de prevenção dos seus impactos, como as fortes chuvas que castigaram o sul do estado na passagem do ano e a recente crise hídrica, que pesou na conta de luz de milhões de brasileiros.
 
LINK VIDEO: I ECOBA em Porto Seguro de 26 a 29 de junho 2022: https://youtu.be/_qHq7Z-DSIw   
registrado em:
Fim do conteúdo da página