Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > [ON-LINE] - II Workshop Filhos do Vento debate ciganidade e oferece aulas gratuitas de dança cigana
Início do conteúdo da página

[ON-LINE] - II Workshop Filhos do Vento debate ciganidade e oferece aulas gratuitas de dança cigana

Escrito por Malu Carvalho | Publicado: Sexta, 05 de Fevereiro de 2021, 18h28 | Última atualização em Sexta, 05 de Fevereiro de 2021, 18h28 | Acessos: 283

O que: II Workshop Filhos do Vento debate ciganidade e oferece aulas gratuitas de dança cigana

Quando: 08 a 12 de fevereiro, das 19 às 21 horas

Onde: Facebook (Workshopfilhosdovento)

 

Visando estimular a visibilidade e a participação da etnia cigana nos movimentos socioculturais baianos e reduzir os índices de ciganofobia a partir da divulgação da cultura cigana, o projeto Filhos do Vento: II Workshop de Danças e Histórias Ciganas oferece aulas gratuitas de danças e rodas de conversa sobre ciganidade. Direcionado à todos os interessados, o evento acontece entre os dias 08 e 12 de fevereiro, das 19h às 21h e será online, por meio do Facebook (Workshopfilhosdovento)considerando as recomendações para enfrentamento da pandemia COVID-19.

Esta edição valoriza de forma especial a dança cigana enquanto manifestação artística e busca fortalecer o diálogo, a compreensão e a valorização da ciganidade ou identidade cultural cigana. As aulas de dança serão ministradas em quatro dias, pela professora Adriana Melo e a programação das rodas de conversa é bem diversa a fim de oferecer cobertura ampla à temática. O evento inclui ainda o debate acerca da efetivação da Lei 2.422/2018, que instituiu em Calendário Oficial o Dia Municipal de Itabuna / BA (24 de maio) e a proposição da I Semana Cigana de Itabuna / Bahia, maio-2021.

A organização do Workshop Filhos do Vento, desde a sua concepção e primeira edição em 2017, é de Dayse Santos, bailarina, enfermeira e doutoranda pela PPGES /UFSB com pesquisa sobre a ciganidade. Ela reforça a importância do projeto por meio do provérbio cigano que diz: “Não basta acender a vela, é preciso conservar a chama”. O projeto é realizado em parceria com a comunidade cigana de Itabuna e lideranças ciganas estaduais e tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Filhos do Vento
 


Siga nossas redes sociais: 
https://www.instagram.com/workshopfilhosdovento/
https://www.facebook.com/workshopfilhosdovento/
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página