Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

A UFSB e o combate ao óleo nas praias

  • Publicado: Quinta, 31 de Outubro de 2019, 12h05
  • Última atualização em Quarta, 13 de Novembro de 2019, 16h35
  • Acessos: 1196
imagem sem descrição.

Desde o dia 30 de agosto, o país vem acompanhando o maior acidente ambiental em extensão do país: a chegada à costa nordestina de petróleo cru, vindo do mar e de origem desconhecida. Mais de 260 pontos já foram atingidos, nos nove estados do Nordeste:  Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Por ser um material tóxico, pode causar graves danos a curto, médio e longo prazo ao meio ambiente, à saúde humana e a atividades costeiras econômicas, principalmente a comunidades que utilizam os recursos marinhos para sua sobrevivência.

Por estar localizada em oito cidades da Bahia, que em sua grande parte estão situadas na costa ou próximas a ela, a UFSB está imersa nesse desastre. Para minimizar os danos e diminuir o prejuízo na região, algumas ações emergenciais estão sendo organizadas pela  Instituição e sua comunidade acadêmica.


Ações da UFSB

- Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro

1) Articulação conjunta nas secretarias do meio ambiente de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália.

2) Reunião com órgãos federais, estaduais, municipais e colônias de pescadores na Capitania dos Portos de Porto Seguro.

3) Confecção de laudo técnico sobre a importância dos ecossistemas da região sul da Bahia e os principais problemas e impactos ao ecossistema da região, pelos docentes do CFCAm.

4) Participação de palestra informativa organizada pela Aquamar para a comunidade de Porto Seguro, com a presença da Marinha, IBAMA, ICMBio, Prefeitura de Porto Seguro e secretários do meio ambiente de diferentes municípios. 

5) Reuniões no Conselho de Meio Ambiente de Cabrália e de Porto Seguro.

6) Recebimento de amostras de óleo encontradas nas praias de Arraial d' Ajuda, em Porto Seguro, para análises químicas para verificar a procedência com o auxílio do IFBA e do IO-USP.

7) Participação de professores dos cursos de Oceanologia e Ciências Biológicas do CFCAm em ações distintas para avaliar os possíveis efeitos e implantar planos de monitoramento ambiental caso se confirme a chegada de óleo nas praias do sul e extremo sul da Bahia.

8) Organização de palestra sobre petróleo e contaminação nas praias do Nordeste

9) Monitoramento do Laboratório de Ecologia e Conservação Marinha (LECOMAR), do Centro de Ciências Ambientais da UFSB, em parceria com o Projeto Coral Vivo e o Instituto Federal da Bahia (IFBA Campus Porto Seguro), no Recife de Fora.

10) Confecção de nota de encaminhamentos realizados pelo Colegiado de Oceanologia

 

- Campus Jorge Amado - Itabuna

1) Participação em reunião extraordinária do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Uruçuca- Ba

2) Participação em reunião para elaboração estratégica para prevenção, monitoramento e ações de mitigação do município com sua atuação.

3) Participação, de forma voluntária, de mutirões de limpeza, monitoramento e uma articulação interinstitucional com ONG’s, instituições de ensino, órgãos do governo e com forte atuação de saberes da comunidade local

4) Trabalho do tema em componentes curriculares

5) Participação da Direção e Coordenação de Sustentabilidade da UFSB da reunião de alinhamento sobre a situação da manchas de óleo na Bahia, agendada pelo Secretário Estadual de Meio Ambiente, com a presença de representante do Governo da Bahia, Defesa Civil, Marinha, Corpo de Bombeiros, Inema e Bahia Pesca

6) Participação de reunião com a UESC, IFEs e Faculdades particulares

7) Pesquisa e análise de espécies de crustáceos em Ilhéus pelo Grupo de Pesquisa em Carcinologia e Biodiversidade Aquática (GPCBio)

 

- Campus Paulo Freire - Teixeira de Freitas

1) Participação em grupo de crise formado em Prado e Mucuri, no extremo sul da Bahia.

2) Visitação a áreas afetadas em Maceió para repasse de práticas utilizadas na limpeza e o uso de EPI´s

3) Mutirão de limpeza na cidade de Prado.

4) Testes com barreiras de contenção em praias de Caravelas

 

OBS: As ações individuais estão em processo de catalogação através do link

 

- Criação de Comissão

A Coordenação de Sustentabilidade da Prosis convida a interessadas/os para participar da Comissão Interna Emergencial sobre o incidente do óleo no litoral sul e extremo sul da Bahia.

O objetivo da Comissão é promover e intermediar diálogos e trocas de experiências, principalmente de ações nos três territórios (Litoral Sul, Extremo Sul e Costa do Descobrimento), além de compartilhar, apoiar e articular habilidades e somar tarefas em planos e projetos que possam contribuir na atenuação do desastre. Perspectiva afim também consiste no controle social, por meio do acompanhamento de ações e políticas públicas. 

Foram elencados temas para possíveis frentes de trabalho, baseadas/os nas necessidades percebidas por grupos que estão atuando nas praias e/ou na logística de municípios atingidos. Outros poderão ser sugeridos por meio do questionário cujo link segue abaixo. 

   Temas para possíveis frentes de trabalho:  

- Saúde pública ligada à intoxicação direta ou indireta

- Monitoramento ambiental (curto, médio e longo prazos)

- Monitoramento de recifes de corais

- Monitoramento da vida marinha

- Análises de resíduos de óleos na/o(s): solo, água, alimentos, animais e outros

- Composição química do óleo

- Mapeamentos

- Estudo de ventos

-  Ações pós-desastres

- Educação ambiental

- Estratégias de comunicação e divulgação de informações

- Apoio às comunidades tradicionais 

- Cuidados emocionais

- Destinação e logística dos resíduos de óleo coletados

 

Inscrições aqui

 

- UFSB como ponto de coleta de doação de materiais

A PROSIS iniciou campanha de mobilização da UFSB para ajudar na coleta de óleo. Nesse primeiro momento, o material coletado será encaminhado para equipes atuantes nas regiões de Serra Grande, em Uruçuca, Una e Ilhéus.

PONTOS DE COLETA:

Itabuna
- Sala da PROSIS, até às 17h;
- Sala da PROPPG, até às 17h (procurar Anna Bastos);
- Portaria da Reitora, das 07 às 21 horas

Ilhéus
- Livraria Badauê, praça Ruy Barbosa, Centro (ao lado da Igreja São Jorge);

Serra Grande
- Casa azul, que funciona como ponto de apoio e coordenação das ações, das 8h às 12h e das 14h às 17h, perto da praça, em frente à padaria Sabores de Serra.

Contatos: Tabôa Fortalecimento Comunitário
E-mail: financeiro@taboa.org.br 
Telefone: (73) 99161-6996

Una
- Contato: Rogério Martins Borges, Coordenador de Meio Ambiente.
E-mail: meioambiente@una.ba.gov.br
Cel.: (73) 9 9926-9936

 

O QUE DOAR:

- Baldes (margarina/cloro/azeitona)

- Frascos de 5L vazios (sabão, água sanitária, desinfetante)

- Panos de algodão

- Rodos grandes

- Peneiras de metal

- Espátula de metal

- Sacos resistentes novos ou de ração

- Máscaras individuais para VO.GA. (Vapores Orgânicos e Gases Ácidos)

- Luvas de PVC

- Água mineral

 

Links de interesse:

http://www.ibama.gov.br/phocadownload/notas/2019/2019-10-ibama-guia-manchas-de-oleo-nordeste.pdf

-  http://www.ibama.gov.br/notas/2047-manchas-de-oleo-no-litoral-do-nordeste

-  http://sucessagemnews.com.br/2019/10/29/assinado-decreto-para-apoio-a-mais-15-cidades-atingidas-por-manchas-de-oleo/

https://g1.globo.com/natureza/desastre-ambiental-petroleo-praias/noticia/2019/10/29/protocolo-internacional-para-limpeza-de-oleo-nas-praias-traz-alertas-para-4-situacoes-enfrentadas-no-nordeste.ghtml

https://exame.abril.com.br/brasil/em-meio-a-crise-do-oleo-governo-retira-diretriz-de-protecao-de-manguezal/?fbclid=IwAR0HfCZkg-AZ88KvClGX_pgMjd1zzd1hdcRIQjRIs1FNgPlxtpLUFV2wtCI

 

Instagrans de interesse:

@gap_ilheus

@oceanoparaleigos

registrado em:
Fim do conteúdo da página