Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa e Extensão > Projetos de Pesquisa
Início do conteúdo da página

Projetos de Pesquisa

Publicado: Sexta, 28 de Fevereiro de 2020, 15h32 | Última atualização em Sexta, 29 de Setembro de 2023, 13h45 | Acessos: 4078

PROJETOS DE PESQUISA COORDENADOS POR DOCENTES LOTADAS/OS NO CFPopTecs

 

Título do Projeto de Pesquisa: OBJETOS ACRONOTÓPICOS: fabulações ameríndias e afrodiaspóricas para a sabotagem do universal

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Guilherme Fóscolo de Moura Gomes, Cynthia de Cássia Santos Barra, Lilian Mara Sales Buonicontro, Milena Cláudia Magalhães Santos Guidio

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: O projeto constitui-se a partir de um movimento que alia a investigação e a formulação de proposições teórico-metodológicas às práticas de experimentação e produção de poéticas autorais em artes gráficas e digitais. O recorte teórico produz, de forma inovadora, a junção do campo das materialidades da comunicação/das mídias com os estudos decoloniais, com potencial de impacto para a filosofia, a história, a teoria da literatura e das mídias, os estudos críticos das relações étnico-raciais, a educação intercultural, dentre outros. Especificamente, interessa pensar a recepção do mundo indígena na Europa e a produção da escravidão dos povos negros como motores e atratores constitutivos da própria modernidade enquanto problema histórico-filosófico. O reenquadramento da modernidade enquanto problema deverá ocorrer a partir da investigação/análise e produção dos objetos que propomos chamar “acronotópicos” ou “fabulatórios”. Dentro do horizonte da pesquisa, tais objetos devem operar uma espécie de fricção cumulativa: reenquadrando a modernidade como um problema que se desdobra em um movimento de sucessivas tentativas históricas de domesticar alteridades humanas não-europeias e alteridades não humanas. A expectativa é a de que uma cartografia histórico-filosófica atravessada criticamente por matrizes civilizatórias extraocidentais (pensamentos e poéticas indígenas, de povos afrodiaspóricos e afroindígenas) tornem tais objetos cada vez mais visíveis; e que esses objetos, por sua vez, tornem necessário/e até mesmo exijam/ uma reelaboração teórica da própria modernidade. Desde a contraparte da produção poética, o objetivo é elaborar um possível diálogo entre matrizes e modos de produção de conhecimentos e de desenvolvimento de tecnologias: a filosofia ocidental (interpelada por civilizações ameríndias) e a extensa tradição afrodiásporica, em especial, a nagô-vodum (interpelando saberes e fazeres produzidos nas universidades) – o que deverá ocorrer a partir da produção autoral de objetos “fabulatórios/acronotópicos” (revista, livros de ensaios e de artista, fotolivros, podcasts etc.)  que compartilhem desta posição única, a do duplo “espaço-tempo”, de (des)encontro de múltiplas matrizes civilizatórias.

 

Título do Projeto de Pesquisa: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E MÍDIAS

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Fábio Rodrigues Corniani

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: Pesquisa tem como objeto o emprego de máquinas para gestão e produção de conteúdos em mídias, onde as mesmas são consideradas canais inseridos em um processo de comunicação. O foco é estudar os objetivos das fontes emissoras, os decodificadores, as mensagens, os canais, assim como os receptores, de forma conjunta, visando o processo macro ou individualmente os elementos processuaisda comunicação. Usamos como referencial as teorias da comunicação e da informação na perspectiva Funcionalista.

 

Título do Projeto de Pesquisa: COMUNICAÇÃO POPULAR E CULTURALMENTE MARGINALIZADA

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Fábio Rodrigues Corniani

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: A pesquisa tem como objeto central as manifestações populares e marginais observadas pelo prisma da comunicação. Entende-se por comunicação popular e marginal, etapas do processo de comunicação que usam de canais não convencionais ou apropriações dos meios de massa, estando à margem do sistema vigente social, cultural, geográfico ou político. Focamos todas as etapas do processo de comunicação, desde o emissor, passando por mensagem, canal e receptor, englobando todas as modalidades comunicacionais, desde que sejam populares e culturalmente marginalizadas. Usamos como referência as teorias da comunicação, Folkcomunicação e as ciências sociais aplicadas.

 

Título do Projeto de Pesquisa: A EXPERIÊNCIA ESTÉTICA NOS VIDEOGAMES

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Guilherme Foscolo de Moura Gomes

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: Trata-se de refletir sobre a experiência estética nos videogames a partir da fricção de duas polêmicas – a dos videogames como esportes, recentemente reavivada no Brasil pela declaração da Ministra dos Esportes Ana Moser de que ESports não são esportes, e a dos videogames enquanto arte, e que repercutiu entre os anos de 2005-2010 a partir das declarações de Roger Ebert, crítico de cinema do Chicago Sun-Times, de que videogames jamais poderiam ser arte. A sobreposição das polêmicas permite, por um lado, perceber como o problema do estatuto estético dos videogames não se resolve sem uma compreensão daquilo que eles operam, o que nos conduz, em parte, para a discussão do seu estatuto enquanto esportes; por outro, produz a ocasião para investigarmos como os elementos formais dos videogames podem engendrar um tipo específico de experiência estética – e que não se encontra nos esportes “tradicionais” ou mesmo nas performances artísticas. Serão investigados, a partir da relação que se estabelece entre os elementos formais dos videogames (gráfico, som, engine e user interface), os dispositivos físicos de input/output, e a jogabilidade/experiência dos jogadores, conceitos tais quais interatividade, agência, praticalidade, virtualidade, areté/agôn, dentre outros.

 

Título do Projeto de Pesquisa: Estudo da Saúde Baseada em Evidências no Brasil Laboratório de Saúde Baseada em Evidências (LASBE)

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Grasiely Faccin Borges

Profa. Dra. Maria Luiza Caíres Comper (UFSB)

Profa. Dra. Denise Machado Mourão (UFSB)

Prof. Dr. Guilherme Eustáquio Furtado (Instituto Politécnico de Coimbra-PT)

Prof. Dr. Camilo Luiz Monteiro Lourenço (UESC)

Discentes: Yago Soares Fonseca - 2019023237

Malu Godoy Torres Alves Pereira - 2020028675

Lulas de Souza Ramos - 2021033698

Lohana Guimarães Souza- 2020028601

Vanessa Messias Evangelista- 2021013720

Início: 2020

Situação: em andamento

Resumo: A incorporação e aplicação dos conceitos da saúde baseada em evidências, bem como da medicina baseada em evidências, vem aumentando e apresentando benefícios para as práticas de saúde em nosso país. O objetivo do presente estudo é investigar as atividades desenvolvidas em saúde baseada em evidências no Brasil. O projeto de pesquisa será realizado em diferentes etapas: a) Serão verificados e descritos os grupos de pesquisas relacionados à Saúde Baseada em Evidências cadastrados no CNPq; b) Serão verificados em instituições de ensino nos cursos de graduação e pós-graduação, quais e de que forma são oferecidos conteúdos de educação em saúde baseada em evidências. c) Serão analisadas os projetos (divulgação científica) e veiculação de informações em saúde baseada em evidências em sites e nas redes sociais; d) Será realizado um levantamento e descrição dos portais de evidências em saúde no Brasil; e) O estudo das Políticas Públicas Baseadas em Evidências em diferentes temas serão foco de análise no projeto; f) Também revisões sistemáticas de estudos brasileiros publicados que fazem uso do conceito da saúde baseada em evidências. g) Revisões Sistemáticas e Overview sobre temas da área da saúde. Os resultados serão apresentados conforme os planos de trabalhos desenvolvidos por estudantes de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Sul da Bahia. A proposta de projeto possui aderência em Tecnologias para a Qualidade de Vida, especificamente o setor I-Saúde Prioritárias do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, estabelecidas na nova Portaria MCTI nº 5.109/2021.

 

Título do Projeto de Pesquisa: ASSÉDIO MORAL NA ASSISTÊNCIA SOCIAL: Um estudo com trabalhadoras(es) do SUAS sobre o fenômeno e sua relação com o trabalho precarizado

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Sandra Adriana Neves Nunes

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: O assédio moral é comumente estudado no Brasil e no mundo alicerçado na perspectiva psicológica do conceito engendrado pela autora francesa, Marie-France Hirigoyn. Nesta pesquisa, interessar-se-á investigar o fenômeno em uma perspectiva teórico metodológica direcionada a superar os vieses psicologizante e legalista contemplando as múltiplas dimensões da precarização do trabalho no serviço público, especialmente na Assistência Social. Assim, tem-se como objetivo mapear a ocorrência de assédio moral no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), visando investigar as relações do fenômeno com fatores socio-ocupacionais e com condição e vínculos de trabalho precarizados, na perspectiva de trabalhadoras(es) deste campo. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, do tipo relacional, ex post facto, de corte transversal. O tamanho mínimo da amostra será de 272 trabalhadoras(es) do SUAS. A coleta de dados ocorrerá através da aplicação da Escala Laboral de Assédio Moral (ELAM), da Escala de Percepção da Qualidade das Condições de Trabalho e do Vínculo Trabalhista no contexto da assistência social (EPCTVT), desenvolvida para esse estudo e de questionário sociodemográfico e sócio-ocupacional. Para a análise dos dados, será empregada a estatística descritiva e a inferencial, essa última para investigar possíveis correlações entre assédio moral, condições de trabalho adversas, e precarização de vínculos trabalhistas e os possíveis efeitos de variáveis sociodemográficas e sócio-ocupacionais sobre a ocorrência de assédio moral.  As análises dos dados serão efetuadas no IBM SPSS Statistics 22. Espera-se que essa pesquisa possa contribuir para a inauguração de debates acerca dos efeitos da precarização do trabalho no âmbito da política de Assistência Social, tanto na academia quanto na política pública, promovendo visibilidade e apreensão do assédio moral no trabalho, podendo subsidiar ações de promoção e prevenção à saúde das(os) trabalhadoras(es), agregado a debates acerca da organização do trabalho.

 

Título do Projeto de Pesquisa: NA PEGADA DA MÚSICA: aspectos da produção artístico cultural de cantoras autorais no eixo Itabuna - Ilhéus - Itacaré, BA

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Silvia Kimo Costa (curso Bacharelado em Produção Cultural)

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: O presente projeto de pesquisa objetiva mapear cantoras autoriais no eixo Itabuna – Ilhéus – Itacaré, BA. A metodologia de coleta de dados compreende acompanhamento de agenda de shows, registro fotográfico e entrevista semiestrutura. Para análise dos dados coletados utilizar-se-á a Análise de Conteúdo. Espera-se, como resultado, a compreensão do processo de composição musical e aspectos da produção artístico-cultural dessas mulheres. Os resultados serão apresentados em formato de E-book a ser compartilhado gratuitamente na página oficial do Curso Bacharelado em Produção Cultural e sua rede social, e em artigo científico a ser submetido para publicação.

 

Título do Projeto de Pesquisa: MUITO ALÉM DA NARRATIVA - COMUNICAÇÃO E A CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO COMUM

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Lilian Reichert Coelho (coordenação compartilhada com as Profas. Dras. Daniela Abreu Matos e Jussara Peixoto Maia - PPGCOM/UFRB)

Financiado pelo Edital Universal 2021 - CNPq

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: Esta proposta pretende observar processos e práticas comunicacionais que geram tensões e disputam sentidos hegemonicamente estabelecidos na sociedade brasileira. Desse modo, a proposição é analisar narrativas midiáticas que provocam a inscrição do sujeito que narra (individual ou coletivo) num espaço-tempo que o exclui. Esse movimento analítico busca ampliar o conhecimento sobre modos de atuação de formas comunicacionais contra-hegemônicas e, portanto, contribuir para a constituição de um modo de vida mais plural e democrático. A hipótese central que sustenta essa articulação conceitual compreende que a tomada da palavra, com constituição de um "ser de palavra" (Rancière, 2005), e a consequente inscrição de futuros outros, no presente vivido, é um modo possível de compor uma existência comum aos seres. As lutas políticas contemporâneas sustentadas nas disputas da ocupação de espaços por sujeitos, corpos e imaginários não previstos pelos regimes simbólicos dominantes, como a luta anti-racista, o feminismo negro, movimentos juvenis, movimentos pela terra, exemplificam a gramática comunicacional que o projeto pretende identificar e interpretar. Como estratégia metodológica será acionada a análise cultural, a partir da qual os materiais expressivos são compreendidos integrados à relação indissociável com as experiências sociais que os constituem e, por esse motivo, expressam e agenciam disputas e relações de poder. A hipótese cultural de "estrutura de sentimento" (Williams, 1979) é chave de compreensão fundamental para a percepção de possíveis formações emergentes a partir das práticas e processos sob análise. A noção de narrativa também opera como conceito teórico e metodológico que dá forma a uma experiência dos sujeitos num tempo; o ato de narrar, ao inscrever uma experiência como relato, evidencia a disputa por meio da existência social de um espaço fronteiriço que, conforme Kilomba (2019), é capaz de criar novos sujeitos e novos papéis, fora da ordem colonial?

 

Título do Projeto de Pesquisa: “ESTÁ O CÉU A ARDER E HÁ TANTO QUE FAZER ANTES QUE CHEGUE A NOITE”: potenciais desestabilizadores em narrativas midiáticas e literárias contemporâneas

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Lilian Reichert Coelho (coordenadora, com equipe constituída por docentes e discentes de graduação e pós-graduação de universidades da UFSB, UFRB e Uneb e da Universidade Federal de Rondônia e Instituto Federal de Rondônia)

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: O ano é 1910. Dois cometas passam pela Terra. A população está em pânico e três personagens em lugares diferentes do mundo atêm-se a suas experiências pessoais, comuns (RANCIÈRE, 2021), um pouco alheados em relação ao clima geral de catástrofe e pânico. Não são três personagens quaisquer, mas Fernando Pessoa, Jorge Luís Borges e Karl (de Amerika ou O Desaparecido, de Kafka) que, em capítulos alternados, configuram o universo do romance de estreia do escritor português contemporâneo Nuno Camarneiro No meu peito não cabem pássaros (2012). Este projeto de pesquisa visa interrogar os sentidos alternativos à catástrofe (natural, histórica) apresentados por Camarneiro e por outros/as escritores/as contemporâneos/as que escrevem em Língua Portuguesa e também narrativas midiáticas que tematizam o fim do mundo ou fins de mundos, como reflete Joca Reiners Terron. Orienta-se por olhar para a catástrofe em sua contradição constitutiva, em seu paradoxo (NESTROVSKI; SELLIGMANN-SILVA, 2000). Conforme proposto por Gomes e Leal (2020), a partir de Bates (2015), Dole et al (2015), Puleo e Sivak (2013) e outros/as, a ideia é analisar narrativas nas quais a qualidade de “elemento disruptivo” da catástrofe é suplantada ou convive com movimentos atordoantes que, em seu “acontecer cotidiano”, desestabilizam o previsível, as normas convencionais de gêneros literários e midiáticos, a hegemonia (WILLIAMS, 1979; 1992; 2011; 2013). O objetivo é localizar possíveis formações emergentes a partir das relações observadas entre comunicação, literatura, memória e história nas narrativas selecionadas. Para tanto, mobilizamos a hipótese cultural da “estrutura de sentimento” proposta por Raymond Williams.

 

Título do Projeto de Pesquisa: ESTUDOS CRÍTICOS DO CONSTITUCIONALISMO, DA CULTURA JURÍDICA E DO DESENVOLVIMENTO

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Maria do Carmo Rebouças dos Santos (PopTecs) e vice coordenação Profa. Lidyane Ferreira (IHAC/CSC)

Início: 2023

Situação: em andamento

Resumo: Este projeto vincula-se à Linha de Pesquisa Estudos críticos do constitucionalismo e da cultura jurídica do Grupo de Pesquisa usos Emancipatórios do Direito UFSB/CNPq e pretende investigar formações e expressões de culturas jurídicas que atuam para oprimir ou emancipar as subjetividades, com especial atenção ao constitucionalismo. Busca conhecer as propostas teóricas e aplicadas, identificando e mapeando tendências, com especial atenção ao constitucionalismo produzido perifericamente, a desenhos constitucionais transformadores e pluralistas e um constitucionalismo comparado e internacional em diálogo com o direito internacional dos direitos humanos, com a emergência de novos atores e novas epistemes e com o campo dos estudos contra hegemônicos do desenvolvimento e estudos do pós-desenvolvimento.

 

Título do Projeto de Pesquisa: MODERNIDADES INDÍGENAS

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Guilherme Foscolo de Moura Gomes

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: Trata-se de investigar como a fascinação pelas civilizações ameríndias pode ser melhor compreendida a partir da análise de objetos que eu tenho chamado “friccionais” ou “acronotópicos”. Tais objetos materializam (des)encontros entre alteridades radicalmente distintas, o que, como é objetivo deste projeto explorar, conformam o problema de fundo – na verdade, trata-se da própria condição de possibilidade – da modernidade. A minha expectativa é que esta investigação nos deixe em melhores condições de avançar uma posição inovadora que permita: a. atualizar o horizonte da modernidade não somente como respondendo à crise de representação que Foucault descreveu tão bem em As Palavras e as Coisas, mas como um movimento de sucessivas tentativas históricas de domesticação de alteridades (até então) desconhecidas e que oferecem resistência à apreensão conceitual e b. mapear conceitos/e propor novos conceitos para a análise de tais objetos friccionais/acronotópicos – e que se, por um lado, expõem o fracasso dos esforços modernos de adequação/sintetização, por outro deixam antever aberturas para multiplicidades/pluralidades imprevisíveis. De partida, o projeto propõe analisar os seguintes objetos: o canibalismo; o manto Tupinambá; a canção de amor Tupinambá (de Montaigne a Caetano); as obras Warhaftige Historia de Hans Staden e A Queda do Céu de Kopenawa/Albert. É também objetivo deste projeto não somente explorar novos objetos – como também produzi-los/propô-los.

 

Título do Projeto de Pesquisa: FILOSOFIA DA HISTÓRIA ENTRE A UNIVERSALIDADE E A ANTICOLONIALIDADE

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Guilherme Foscolo de Moura Gomes

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: Em sua famosa palestra inaugural no Collège de France em 1970, Michel Foucault – reconhecendo sua dívida para com Jean Hyppolite – descreve sua época como travando uma luta contínua para “escapar realmente de Hegel”, apenas para encontrá-lo novamente, “imóvel e em outro lugar”. Esse esforço persiste em nossos tempos, embora por razões distintas: se Hegel tornou-se relevante para o século XXI, isso se deveu aos estudos decoloniais/anticoloniais e – portanto – a uma crítica incisiva ao racismo e colonialismo também presentes em sua obra. Tais críticas motivaram, dentre outras coisas, tentativas de reconfigurar/resgatar “a ideia de história universal humana dos usos aos quais a dominação branca a condenou” (isto é, o projeto hegeliano para uma história universal), como é o caso de Susan Buck-Morss, e novas tentativas recentes de produzir uma dialética da não-totalidade, como a de George Ciccariello-Maher em seu livro Decolonizing Dialectics. A crítica a Hegel está no cerne da chamada virada decolonial, e isso tanto porque Hegel apresenta a forma mais desenvolvida do pensamento europeu moderno, quanto porque seu sistema forneceu o formato mais duradouro para uma filosofia da história mundial. O objetivo deste projeto é duplo: reconstruir o problema de como o Iluminismo criou e afiou as armas conceituais que tornaram possível a maquinaria europeia de colonização/escravidão (a história universal, assim, reconfigura-se como um projeto de universalização da razão colonialista europeia); e investigar a. se ainda é possível pensar em um “resgate” da filosofia da história mundial, e b. alternativas não-totalitárias para uma filosofia da história.

 

Título do Projeto de Pesquisa: PROCESSOS DE IDENTIFICAÇÃO DO “SER SUL BAIANO” ATRAVÉS DA ARTE: olhares sobre a obra do Teatro Popular de Ilhéus

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. MSc. Felipe de Paula Souza

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: O conceito de arte mostra-se um tanto quanto complexo. Se for lançado olhar em direção à sociedade de forma setorizada, perceber-se-á que a arte é parte integrante e diretamente influente em vários destes segmentos. Com importância significativa na produção de conhecimento, na expressão dos povos, no desenvolvimento da estética e, de acordo com as leituras mais atualizadas, também na economia contemporânea, já que a economia criativa é mundialmente reconhecida como um mercado expressivo. O Teatro Popular de Ilhéus (TPI), grupo fundado no sul da Bahia em 1995, pelo ator e diretor Équio Reis, não foge desta lógica. Nascido como um grupo teatral, aquela junção de artistas se converteu num movimento cultural amplo, polarizando ajuntamentos e dialogando com o povo e com a sociedade civil organizada, interferindo ativamente não apenas na expressão do ser grapiúna, não apenas na estética da arte local, mas também na articulação de políticas públicas, na movimentação econômica, na produção de conhecimento formal e informal e no jogo político da gestão pública. O que surgia de uma íntima relação com as comunidades, passou a atender, também, chamados de editais e de um estreito diálogo com o poder público, instituições educacionais e com o terceiro setor. Compreender de que forma o contato de gestão da arte com o Estado acaba por afetar as formas de representação desta também é ponto chave do interesse desta pesquisa. Entender a obra do Teatro Popular de Ilhéus em suas imbricações com o Estado, significa uma melhor compreensão da estruturação da sociedade sul baiana. Objetiva-se, pois, aqui conhecer as vinculações da produção artística – e social – do grupo com os processos de identificação do ser grapiúna. Esse indivíduo sul baiano, grapiúna, dialoga diretamente com a obra do Teatro Popular de Ilhéus – nascida em sua maioria através de diálogo com os personagens “reais” que compõem a região. A prática do Teatro Popular de Ilhéus, enquanto ação de grupo, transparece uma visão de mundo definida. A prática de grupo surge como uma forma de interação da arte com o seu público, com a sociedade que lhe abriga, com o Estado que lhe gere. As identidades afetam e são afetadas pela produção artística continuada do teatro de grupo. É a arte regida pelo ideal do encontro, da troca, da interação. O teatro de grupo, o teatro produzido pelo Teatro Popular de Ilhéus, remete à comunidade. Busca-se aqui a constatação do quanto da identidade deste território grapiúna está expressa nos textos dramatúrgicos e nas encenações do grupo Teatro Popular de Ilhéus. Compreender a influência da existência da obra artística e das interações sociais do grupo nos processos de identificação, nos processos de formação do “ser sul baiano” é foco desta pesquisa.

 

Título do Projeto de Pesquisa: BIOECONOMIA, BIOPOLÍTICAS PÚBLICAS, TECNOLOGIAS SOCIAIS E AFROEMPREENDEDORISMO

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Milton Ferreira da Silva Junior

Início: 2023

Situação: a ser iniciado

Resumo: Objetivam-se pesquisas focadas na relação entre específicas Biopolíticas Públicas (no seu Agendamento, Formulação, Implementação e Avaliação) e o favorecimento delas aos Processos/ Práticas de Inclusão implícita ou Exclusão Produtiva racista de segmentos produtivos de comunidades tradicionais, via ensino aprendizagem formal ou informal, de um autodidatismo conteúdo Afroempreendedor. Seja tanto na sua operacionalização, por meio de Tecnologias Sociais (in) sustentáveis tangíveis (produtos) ou intangíveis (processos), como nos estímulos à prestação de serviços via saber popular retificado, seus impactos ambientais, sociais, econômicos e políticos. Fundamentar-se-ão tais pesquisas em abordagens socioambientais de Teorias (Pós) Decoloniais, Sistêmicas ou Críticas ao Empreendedorismo Empresarial, em detrimento ao coletivo (cooperativas, associações, condomínios de produção) na referência à ancestralidade do Ubuntu e seus métodos / técnicas “quase experimentais”, quali-quantitativas de triangulação de informações a partir dos documentos obtidos, dados primários e secundários capturados, dentre outras opções metodológicas contemporâneas. Dito de forma mais concreta, se trata de investigar como a governamentalidade/ governança ou gestão daquelas Biopolíticas e suas práticas (suas Instituições Promotoras, Termos de Referência, Programas, Editais e ou Manifestações de Interesses, entre outros procedimentos …) por atores coletivos / movimentos sociais são exitosas ou não na concretização dos seus objetivos e disciplinamento/ formação de sujeitos afroempreendedores empresariais ou coletivos.

 

Título do Projeto de Pesquisa: ARERÊ: Experimentações em Produção de Mídias e em Produção Cultural

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dra. Cynthia de Cássia Santos Barra

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: Esta proposta objetiva a criação de um espaço de formação interdisciplinar que propicie cursos, de curta duração, até 40h/a, na área de Audiovisual e de Design Gráfico, destinado a estudantes dos cursos de PopTecs e a comunidade em geral. Por meio de uma programação anual de encontros com profissionais convidadas/os, externos a UFSB, com trajetória profissional reconhecida nas áreas de produção gráfica, produção audiovisual e produção cultural, pretende-se uma formação extensionista e de pesquisa baseada no “aprender fazendo”.

 

Título do Projeto de Pesquisa: FÁBRICAS DE HIPERSTIÇÃO

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Guilherme Fóscolo de Moura Gomes

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: Trata-se de investigar a guinada neofascista que levou ao poder Viktor Órban como primeiro-ministro na Hungria, e à presidência Trump nos EUA e Bolsonaro no Brasil, a partir da atividade de um conglomerado de tecnologias digitais – e que, por constituir-se em um sistema autopoiético de retroalimentação positiva, proponho chamarmos fábrica de hiperstição. Também é objetivo do projeto analisar a dinâmica interna desse sistema – e que alterna entre a produção de memes e sua estabilização em uma metanarrativa – bem como avançar com os conceitos de tecnopolítica/tecnopoiesis, na medida em que permitem compreender como tais tecnologias, por um lado, atualizam os horizontes socioeconômicos da qual emergem e, por outro, programam as nossas formas de pensar/perceber. Se a opinião pública, nesse sentido, converte-se em opinião dos algoritmos de recomendação de distintas plataformas – elemento comum/material da constelação tecnológica que possibilitou a ascensão do neofascismo – cabe investigar o tensionamento produzido por tais tecnologias às formas da política que nos foram legadas; por outro lado, a sua contraparte “poiética” constitui-se em um imaginário que compartilha – em Trump, Orbán e Bolsonaro – de outros tantos elementos comuns, e que também devem ser investigados.

 

Título do Projeto de Pesquisa: AÇÕES AFIRMATIVAS RACIAIS PARA A CARREIRA DOCENTE DA UFSB

Coordenação/ Envolvidas/os: Maria do Carmo Rebouças da Cruz Ferreira dos Santos

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: O projeto de pesquisa Política de Cotas Raciais para a Carreira Docente da UFSB tem como objetivo produzir evidências sobre a implementação da política afirmativa prevista na Lei 12.990/2014 nos concursos para professor(a) do magistério superior da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A pesquisa enfocará na produção de dados sobre perfil racial e de gênero dos(as) docentes da universidade, assim como na análise de carreira, nível de ensino e área de atuação. O projeto utilizará a abordagem de políticas públicas baseadas em evidências realizando levantamento de dados por meio de questionário, combinando análise quantitativa e qualitativas. O projeto tem alinhamento com a área de humanidades e ciências sociais e tem o potencial de contribuir com todas as áreas indicadas no nos incisos I a V do Art. 2º da portaria nº 1.329/2020 e portaria nº 1.122/2020 uma vez que a inclusão institucional de pessoas negras nas universidades públicas, aumentará e qualificará a produção e consequentemente contribuirá para as estratégicas de desenvolvimento do país.

 

Título do Projeto de Pesquisa: SÍNDROME DO RISCO COGNITIVO MOTOR EM PESSOAS IDOSAS, PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS: uma revisão sistemática

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Grasiely Faccin Borges

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: A Síndrome do Risco Cognitivo Motor (SRCM) é um estágio de pré-demência que associa a velocidade de marcha (lenta) à deficiência cognitiva subjetiva. A SRMC prevê o comprometimento cognitivo e a demência, sugerindo que ela pode ser usada como forma de triagem para demência em um ambiente de cuidados primários. Objetivo: Investigar a Síndrome do Risco Cognitivo Motor, sua prevalência e os fatores associados. Metodologia: Trata-se de uma revisão sistemática. A estruturação dos itens do estudo será realizada através do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). Serão utilizados estudos originais sobre prevalência e fatores associados com a Síndrome do Risco Cognitivo Motor. Serão feitas buscas nas bases de dados dos portais, APA PsycInfo, PubMed, CINAHL, Cochrane, EMBASE e MEDLINE até o ano de 2022. Resultados esperados: A SRCM parece estar significativamente associada a diabetes, hipertensão, acidente vascular cerebral, obesidade, tabagismo, baixa escolaridade, sedentarismo e depressão. Além de um maior risco de demência incidente, comprometimento cognitivo, quedas e mortalidade. Espera-se identificar os fatores associados contribuir na identificação de indivíduos de alto risco e ajudar a desenvolver intervenções para prevenir o declínio cognitivo no envelhecimento.

 

Título do Projeto de Pesquisa: FATORES SOCIODEMOGRÁFICOS, BEM-ESTAR ESPIRITUAL E SUAS RELAÇÕES COM A FELICIDADE E O OTIMISMO

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Sandra Adriana Neves Nunes

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: O estudo dos aspectos positivos do ser humano, tais como felicidade, bem-estar subjetivo, bem-estar-espiritual e otimismo, tem recebido crescente atenção nas últimas duas décadas pela ciência psicológica. Enquanto felicidade tem sido descrita como um estado emocional positivo, permeado por sentimentos de prazer e bem-estar emocional, o otimismo tem sido definido em termos de disposição relativamente estável da personalidade para se ter expectativas positivas acerca de eventos futuros. O presente trabalho tem como objetivo analisar os efeitos de variáveis sociodemográficas (gênero, etnia/raça, renda, estado civil e escolaridade) e do bem-estar espiritual sobre os níveis de felicidade e de otimismo. Participarão da amostra 600 brasileiros maiores de 18 anos, de qualquer sexo. Para a coleta de dados serão empregados um questionário sociodemográfico e três escalas psicométricas: a) o Questionário de Bem-Estar Espiritual (SWBQ), b) a Subjective Happiness Scale (SHS) e c) o LOT-R (Revised Life Orientation Test). Os dados serão analisados por meio de estatística descritiva e inferencial. Uma vez confirmada a normalidade dos dados, será empregado o teste de correlação de Pearson para investigar se existe relação significativa entre idade, nível de escolaridade, renda, bem-estar espiritual e níveis de felicidade e otimismo. Para investigar os efeitos do gênero, caso sejam identificados apenas dois gêneros, será empregado o teste T de Student para amostras independentes, seguido do exame de tamanho de efeito (d). Para examinar os efeitos do estado civil e da raça/etnia sobre os níveis de felicidade e otimismo será empregado o teste ANOVA para amostras independentes, com uso de testes post hoc para identificar os grupos nos quais as diferenças apareceram. Além disso, será verificado o tamanho do efeito (Eta²) para precisar o quão grande é a diferença entre os grupos. As análises serão efetuadas no IBM SPSS Statistics 25. O nível de significância aceito para todas as análises será de 0,05. Pesquisas como esta que visam compreender o que torna as pessoas mais felizes e otimistas são fundamentais para subsidiar o desenvolvimento de práticas e programas em saúde e educação, e mesmo de políticas públicas, que busquem promover tanto condições de vida objetivas, quanto recursos internos, favoráveis ao desenvolvimento pleno e satisfatório dos indivíduos.

 

Título do Projeto de Pesquisa: A ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA DO CAMPUS JORGE AMADO UFSB: aspectos do conforto térmico, lumínico e acústico das edificações

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Silvia Kimo Costa (coordenadora); Msc. Lívia Berti Sanjuan Farias (colaboradora – DINFRA UFSB); Msc. Luara Ribeiro Marrocos (colaboradora – DINFRA UFSB); Marcos Vinicius dos Santos Gomes (discente do curso de Especialização em Engenharia Ambiental Urbana PPGEAU – CFTCI); Calline Chaves de Jesus (Bolsista de Iniciação Científica)

Início: 2022

Situação: em andamento

Resumo: A presente Pesquisa objetiva avaliar o conforto térmico, lumínico e acústico dos ambientes das edificações que abrigam o Bloco Pedagógico e o Bloco de Gestão Acadêmica e Vivência do Campus Jorge Amado (CJA) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A metodologia contemplará duas etapas: 1 Análise da arquitetura da edificação considerando aspectos bioclimáticos e 2 Avaliação dos ambientes quanto ao conforto ambiental (desempenho térmico, lumínico e acústico). A coleta dos dados ocorrerá durante os meses de junho, julho e agosto de 2022 (outono-inverno) e de janeiro, fevereiro e março de 2023 (verão-outono). A arquitetura das edificações será analisada com base num conjunto de diretrizes e indicadores de sustentabilidade ambiental do espaço construído e os aspectos do conforto ambiental serão analisados conforme parâmetros da NBR 15.575/2013 e NBR 15.220-3/2005. Espera-se, como resultado, verificar se as diretrizes de sustentabilidade arquitetônica utilizadas durante a etapa de projeto das edificações foram suficientes para viabilizar o conforto ambiental com menor dispêndio de energia. Destaca-se que a presente Pesquisa tem aderência à área tecnológica IV Desenvolvimento Sustentável, setor I - Cidades Inteligentes e Sustentáveis (Inciso I com redação dada pela Portaria MCTIC nº 1.329, de 27.03.2020).

 

Título do Projeto de Pesquisa: ATIVIDADE FÍSICA MATERNA E SUAS REPERCUSSÕES FETAIS: REVISÃO SISTEMÁTICA

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Grasiely Faccin Borges/ Luiza Barreto Braga, Yago Soares Fonsceca, Lucivania Cordeiro Silva

Início: 2021

Situação: em andamento

Resumo: Somente em 2002 o exercício físico foi anunciado pelo ACOG como uma prática segura para as gestantes. Desde então, a prática de exercício físico durante a gestação tem sido estimulada conforme a individualidade de cada gestante. Entretanto, faz-se necessário levantar o seguinte questionamento: em gestantes que praticam atividade física regular ou exercício físico, comparadas com as que não praticam, quais os possíveis efeitos causados no feto? Objetivo: Avaliar os efeitos e as repercussões fetais da prática de atividade física regular materna. Métodos: Será realizada de uma revisão sistemática da literatura que utilizará as recomendações do The PRISMA 2020 statement: an updated guideline for reporting systematic reviews. Os resultados das etapas (identificação, seleção, elegibilidade e inclusão) do estudo serão organizados e apresentados por meio de um fluxograma do tipo PRISMA. A busca pelos estudos será realizada pelo PubMed, Cochrane Database of Systematic Reviews, Cochrane Central Register of Controlled Trials, MEDLINE, Scopus e Web of Science até dezembro de 2021. Resultados Esperados: Espera-se encontrar evidências de forte qualidade de que o exercício físico, de leve a moderada intensidade, seja bem tolerado pela gestante e pelo feto em gestações não complicadas. Como resultado da pesquisa, também é esperado que haja associações benéficas entre a prática de exercício no período gestacional e menores riscos de desenvolver diabetes gestacional, distúrbios hipertensivos na gestação, além de melhores desfechos ao feto, como menor chance de nascimento prematuro e baixo peso ao nascer.

 

Título do Projeto de Pesquisa: ATIVIDADE FÍSICA E IMUNOSSENESCÊNCIA: REVISÃO SISTEMÁTICA

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Grasiely Faccin Borges/ Adryane Mascarenhas, Yago Soares Fonsceca, Rosângela Malheiro, Anne Sulivan Lopes da Silva Reis (mestrado UESC/UESB)

Início: 2021

Situação: em andamento

Resumo: O envelhecimento é o fator de risco mais importante para doenças inflamatórias crônicas como aterosclerose, obesidade, diabetes e doenças neurodegenerativas.  As mudanças no sistema imune que predispõe ao desenvolvimento dessas doenças recebem a denominação de imunossenescência e afetam tanto a resposta inata quanto a adaptativa. Objetivo: Investigar os efeitos da atividade física no processo de imunossenescência. Comparar os impactos dos exercícios físicos de acordo o tipo, intensidade e duração sobre os biomarcadores da imunossenescência. Métodos: Para a estruturação dos itens do estudo será utilizado o Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA), uma importante ferramenta de relato de revisões sistemáticas e metanálises (PAGE et al., 2021). O PRISMA apresenta um checklist com 27 itens e um fluxograma de quatro etapas que contribui para o aumento da qualidade do relato das Revisões Sistemáticas. As bases de dados serão consultadas por meio dos portais PubMed, Web of Science, Scorpus, e Google Scholar por estes disponibilizarem versões gratuitas de acesso. O protocolo do estudo será registrado no PROSPERO (https://www.crd.york.ac.uk/prospero/). Resultados Esperados: Dessa forma, o desenvolvimento de pesquisas nessa temática proporciona, além da ampliação do conhecimento sobre o processo de imunossenescência, ainda caracterizar a importância da realização de atividades físicas pela pessoa idosa de modo que tal processo inerente ao envelhecimento tenha um menor impacto na sua qualidade de vida no que tange à predisposição ao desenvolvimento de doenças inflamatórias. Assim, a hipótese é que com uma melhor caracterização do tipo de exercício físico, considerando a modalidade e a intensidade, tal projeto consiga estabelecer uma conduta adequada que impacte positivamente sobre o processo de imunossenescência.

 

Título do Projeto de Pesquisa: POLÍTICAS PÚBLICAS, TECNOLOGIAS SOCIAIS E INCLUSÃO SÓCIOPRODUTIVA

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Milton Ferreira da Silva Junior

Início: 2021

Situação: em andamento

Resumo: Objetivam-se pesquisas focadas na relação entre específicas Políticas Públicas (no seu Agendamento, Formulação, Implementação e Avaliação) e o favorecimento delas aos Processos/ Práticas de Inclusão/ Exclusão Produtiva de segmentos produtivos. Seja tanto na sua operacionalização por meio de Tecnologias Sociais (in) sustentáveis tangíveis (produtos) ou intangíveis (processos), como nos estímulos à prestação de serviços ecossistêmicos / ambientais em prol da restauração / conservação de Biossistemas e seus impactos ambientais, sociais e econômicos. Fundamentar-se-ão tais pesquisas em abordagens socioambientais da Teoria de Sistemas /Teoria Crítica e métodos/ técnicas “quase experimentais”, quali-quantitativas de triangulação de informações a partir dos documentos obtidos, dados primários e secundários capturados, dentre outras opções metodológicas contemporâneas. Dito de forma mais concreta, se trata de investigar como a governamentalidade/ governança ou gestão daquelas Políticas (suas Instituições Promotoras, Termos de Referência, Programas, Editais e ou Manifestações de Interesses, entre outros procedimentos) por atores coletivos/ movimentos sociais são exitosas ou não na concretização dos seus objetivos e disciplinamento/ formação de sujeitos ecoempreendedores.

 

Título do Projeto de Pesquisa: MATERIALIDADES DAS TECNOLOGIAS: dispositivos, ambiência e percepção

Coordenação/ Envolvidas/os: Prof. Dr. Guilherme Foscolo de Moura Gomes/ Profa. Dra. Francismary Alves Silva; Profa. Dra. Janaína Zitto Losada; Profa. Dra. Joseline Pippi; Profa. Dra. Keilamara Maciel; Profa. Ms. Lílian Mara Salles Buonicontro; Prof. Dr. Márcio Augusto Vicente de Carvalho e Profa. Dra. Silvia Kimo Costa

Início: 2016

Situação: em andamento

Resumo: Trata-se de avançar com uma área emergente de investigação, centrada na análise das materialidades da comunicação: materialidades do som, da voz, da performance, da imagem, da escrita, e ainda as materialidades digitais. A análise da materialidade implicará também uma reflexão sobre a mediação tecnológica que acompanha a comunicação nos séculos XIX, XX e XXI – fotografia, fonografia, máquina de escrever, cinema, rádio, televisão, vídeo, computador, telefone celular, mídias digitais etc. É seu objetivo último contribuir para uma mudança nos modos de investigar e ensinar filosofia, literatura, história e teoria das mídias, dentro do projeto mais vasto de repensar as Humanidades na era das novas tecnologias e dos novos media. Em última instância, serão analisadas diversas materialidades da comunicação, centrando-se na visualidade, bibliograficalidade, intermedialidade, cinetismo, hipertextualidade e digitalidade. É dada especial atenção à dinâmica relacional das formas materiais e à natureza corporizada e performativa dos atos de percepção. Não obstante as questões de natureza teórica, este projeto também busca articular realizações de ordem prática cujos reflexos devem se fazer sentir tanto no âmbito da produção audiovisual quanto na educação.

 

Título do Projeto de Pesquisa: HABITAÇÕES VERNACULARES E TECNOLOGIAS BIOCONSTRUTIVAS: sustentabilidade ambiental e cultural no eixo Itacaré – Una, BA

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Silvia Kimo Costa/ Prof. Dr. Jomar Jardim (CFCAf UFSB); Discente de IC: Calline Chaves de Jesus (Engenharia Florestal CFCAf UFSB); Mestrandos do PPGBiossistemas: José Helder e Luiz Eduardo

Início: 2016

Situação: em andamento

Resumo: A presente Pesquisa objetiva analisar habitações vernaculares no eixo Itacaré Una, BA, especificamente as que vêm sendo construídas em Comunidades Tradicionais (aldeias Indígenas Tupinambás), cuja tipologia arquitetônica apresenta características bioconstrutivas que contribuem para a sustentabilidade do ambiente construído urbano e rural. Considerando as áreas Prioritárias do MCTIC, a proposta tem aderência à área tecnológica IV Desenvolvimento Sustentável, setor I - Cidades Inteligentes e Sustentáveis.

As atividades da Pesquisa vêm sendo desenvolvidas desde 2016 e apresentam 3 etapas: Etapa 1 - A interface conceitual entre Arquitetura Vernacular e Bioconstrução, iniciada em agosto de 2016 e concluída em agosto de 2017.

Etapa 2 Sustentabilidade ambiental e cultural das habitações vernaculares bioconstruídas, iniciada em agosto de 2017 e concluída em dezembro de 2019.

Etapa 3 Identificação de espécimes da Mata Atlântica que vêm sendo usadas no processo bioconstrutivo, iniciada em 2020. A Etapa 3 objetiva coletar e identificar espécimes que vêm sendo usadas no processo bioconstrutivo não só das habitações, mas de outros objetos, tais como: luminárias; cortinas; mobiliário; painéis de parede; esquadrias (janelas e portas); cobertura de edificações.

 

Título do Projeto de Pesquisa: MÍDIA E NOVAS TECNOLOGIAS: Modelos, Práticas e Transformações da Imprensa no eixo Ilhéus-Itabuna, BA

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Joseline Pippi e MSc. Heleno Rocha Nazário (servidor técnico administrativo)

Início: 2020

Situação: em andamento

Resumo: Descrever e analisar os meios de produção (empresas) e produtos (jornais impressos e suas respectivas versões online) da imprensa da região Ilhéus-Itabuna, tendo como ponto de referência as transformações incitadas pelo uso das novas tecnologias de informação e comunicação (TIC’s), da década de 1980 até a atualidade.

 

Título do Projeto de Pesquisa: ESTUDO DA PRESSÃO ARTERIAL, NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E MODULAÇÃO AUTONÔMICA CARDÍACA EM IDOSOS

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Grasiely Faccin Borges e Profa. Dra. Denise Machado Mourão

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde (estudantes):

Adryane Gomes Mascarenhas; Aline Prates Correia; Ana Carolina Oliveira Carvalho; Carol Gonçalves Pinto; Fábio Jambeiro Santana Borges; Gabriela de Azevedo Barbosa; Karolina de Oliveira Lima; Luciane A. Gonçalves Manganelli; Luiza Barreto Braga; Marina Lima de Oliveira Carvalho; Murilo Sousa Ramos; Yago Soarez Fonseca; Gabriela de Almeida Santos

Início: 2020

Situação: em andamento

Resumo: Verificar a resposta da pressão arterial, variabilidade da frequência cardíaca e nível de atividade física de idosos de uma cidade do sul da Bahia.

 

Título do Projeto de Pesquisa: Propriedades Psicométricas da versão brasileira do Life Orientation Test–Revised (LOT-R)

Coordenação/ Envolvidas/os: Profa. Dra. Sandra Adriana Neves Nunes e Prof. Dr. Marcos Gimenes Fernandes

Início: 2020

Situação: em andamento

Resumo: Investigar as propriedades psicométricas do LOT-R através de Análise Fatorial Confirmatória.

registrado em:
Fim do conteúdo da página