Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Graduação em Psicologia/Formação de Psicólogo

Publicado: Sexta, 09 de Março de 2018, 15h02 | Última atualização em Segunda, 18 de Junho de 2018, 15h47 | Acessos: 6546

Em diálogo com a realidade na qual se encontra inserido, o Curso de Psicologia da UFSB propõe-se como objetivo formar psicólogos capazes de atuar, investigar e intervir sobre problemáticas e fenômenos psicossociais, nos distintos âmbitos do seu exercício profissional, a partir de uma compreensão teórico-metodológica plural e complexa da psicologia, e de uma postura crítica e reflexiva sobre os princípios éticos da atuação profissional.

O Curso de Graduação em Psicologia é um curso de segundo ciclo ao qual podem se candidatar estudantes que tenham concluído qualquer um dos quatro Bacharelados e cinco Licenciaturas Interdisciplinares que oferece a UFSB. Sua integralização demanda de 4.360 (quatro mil trezentas sessentas) horas alcançadas entre o primeiro e o segundo ciclo.

O primeiro ciclo de formação demanda uma carga horária de 2.400, distribuídas entre Formação Geral, Formação Específica, atividades complementares (120hs) e Área de Concentração em Subjetividade Processos Biopsicossociais e Comunitários (AC-SPBC), das quais 1500 são reconhecidas para a integralização do curso de Psicologia.

A Área de Concentração Subjetividade, Processos Biopsicossociais e Comunitários (AC-SPBC) é oferecida de forma transversal aos estudantes dos Bacharelados Interdisciplinares em Saúde, Humanidades, Ciências e Artes; e das Licenciaturas Interdisciplinares em Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais, Linguagens e Códigos, Matemática e Computação e Suas Tecnologias e Artes.

Esta AC corresponde a 480 horas e está composta por três componentes curriculares obrigatórios e 5 optativos, que o estudante escolhe de um leque possibilidades que se encontra especificado no PPC do curso. A Área de Concentração proporciona aos estudantes um domínio de conhecimentos de caráter não-profissional sobre temáticas e problemas clássicos e contemporâneos da psicologia, que contribuem para uma compreensão interdisciplinar dos fenômenos concernentes aos estudos sobre a subjetividade no diálogo entre o individual e o social.

No segundo ciclo o estudante deve completar o Núcleo Comum de Formação, que compreende uma serie de componentes teórico-práticos para a formação de um elenco de competências requeridas do egresso de Psicologia. Reúnem o domínio básico de conhecimentos psicológicos e a capacidade de coloca-los em exercício nos distintos contextos de atuação do profissional. Este momento da formação corresponde a 1.500 horas, distribuídas entre 840 horas de componentes curriculares obrigatórios, 360 horas de optativos e 360 horas de estágio básico.

O estudante que conclui o Núcleo Comum de Formação pode optar por uma de duas ênfases ofertadas: Processos Psicossociais e da Saúde ou Processos Psicossociais e Comunitários. Cada ênfase está composta por 1.260 horas distribuídas entre 720 horas estágio específico, 360 horas de componentes curriculares obrigatórios e 180 horas de optativos. Adicionalmente, cada estudante deve completar um mínimo de 100 horas de atividades complementares durante o segundo ciclo.

A ênfase Processos Psicossociais e da Saúde visa desenvolver competências e habilidades relacionadas com a atuação do psicólogo, a partir da compreensão das interfaces entre psicologia e saúde, considerando suas as dimensões psicossociais, clínicas e políticas. Inclui, entre outras temáticas, abordagens clínicas, psicológicas e psicossociais do cuidado em saúde, clínica ampliada, psicopatologia e atenção psicossocial em saúde mental, subjetividade e processos de saúde-doença e cuidado, humanização, abuso de álcool e outras drogas e políticas públicas.

A ênfase Processos Psicossociais e Comunitários visa desenvolver as competências e habilidades necessárias para a atuação diante de fenômenos e processos psicossociais, a partir da compreensão das relações entre as dimensões individual, institucional, social, cultural, política e afetiva de processos e modos de subjetivação. Esta perspectiva se propõe orientar saberes e práticas psicológicos nos âmbitos da educação, da saúde, do trabalho, da comunidade, do jurídico, entre outros cenários relacionados a temáticas como violência, direitos humanos, relações étnico-raciais, conflitos e práticas de exclusão social, gênero, biopolítica e biopoder.

 

Partindo da complexidade biopsicossocial do seu objeto, a Psicologia, como campo de estudos, encontre-se vinculada epistemologicamente com as ciências naturais e as ciências humanas.

Possui relações com a saúde como campo de atuação e eixo orientador de suas práticas e tem com os campos das Artes, da Educação, do Trabalho, do Social, etc. relações tradicionais de pesquisa, intervenção e diálogo. Esta pluralidade e multiplicidade de redes e relações interdisciplinares reflete na sua pluralidade teórico-metodológica em todas suas áreas de atuação.

Formalmente o curso está vinculado ao Centro de Formação em Ciências Humanas e Sociais e ao Centro de Formação em Ciências da Saúde da UFSB.

O egresso do curso de Psicologia da UFSB estará capacitado para realizar análises críticas e intervenções com sujeitos individuais e coletivos, em contextos públicos e privados nas distintas áreas de atuação profissional, tendo presente as relações entre a Psicologia e a sociedade. Espera-se, ainda, que o egresso seja um profissional de formação científica e humanística, capaz de produzir juízos críticos e argumentações, com domínio de conceitos, terminologias e técnicas adequadas ao exercício da Psicologia atuando a partir de uma postura ética e respeitosa expressa tanto em suas ações como profissional e como cidadão. Deverá desenvolver uma postura aberta e sensível para compreender e intervir em problemáticas e demandas psicossociais, formas de sofrimento psíquico, sintomas contemporâneos e processos de subjetivação macro e microssociais, ao mesmo tempo que frente a transformações e conflitos político-sociais relevantes nos contextos local e global. O profissional formado no curso de Psicologia da UFSB estará capacitado para atuar no planejamento, investigação, intervenção e avaliação de processos psicossociais relacionados com problemáticas e fenômenos relevantes em seu campo de atuação, permanecendo atento às dinâmicas sociais, culturais, políticas e econômicas da sociedade que habita. Requer-se, ainda, do futuro psicólogo, que se conduza de forma autônoma na sua formação continuada e nas atividades inerentes a sua atuação como bacharel, pautando sua prática pelo reconhecimento da complexidade e dimensão intertransdisciplinar dos problemas que aborda, e pela compreensão das distintas perspectivas paradigmáticas da Psicologia.

O curso de Psicologia da UFSB pretende formar um profissional competente, com sólida formação científica e técnica, capaz de prestar atenção integral à saúde e ao bem-estar humano, levando em consideração seu contexto cultural, social e comunitário. Este profissional terá as competências necessárias para atuar, de forma ética e humanizada, nas áreas social e comunitária, da saúde, clínica, do trabalho, educacional, jurídica, entre outros campos de prática, consciente dos desafios da realidade política, econômica, cultural e social do Brasil contemporâneo.

Presencial.

Tempo mínimo de integralização do curso: 18 quadrimestres.

Tempo máximo de integralização do curso: 30 quadrimestres.

Integral.

Estão previstos para o funcionamento do curso os seguintes equipamentos:

Laboratório de Psicologia Experimental e Neurociências (LAPEN)

O LAPEN desenvolverá estudos e contará com recursos de aprendizagem no campo da psicologia experimental e da neurociências com vistas a planejar, conduzir e avaliar experimentos que possibilitem a elucidação do funcionamento dos processos psicológicos básicos (percepção, atenção, memória, pensamento, linguagem, emoções básicas), considerando seu substrato neurofisiológico e suas implicações para o comportamento humano. Além disso, o laboratório será o espaço privilegiado para o ensino dos conceitos básicos de análise do Comportamento.

Laboratório Serviço de Psicologia Aplicada ou Clínica-Escola-Comunidade

O LAPSA será um laboratório que visa oferecer um conjunto de atendimentos psicológicos de cunho clínico, destinado à comunidade universitária e ao público externo, que será conduzido pelos(as) estudantes sob a orientação dos professores do curso de graduação de Psicologia da UFSB. Os atendimentos psicológicos serão do tipo individual (crianças, adolescentes e adultos), casal, em família, em grupo. Além disso, envolverão técnicas de acolhimento, psicodiagnóstico, avaliação psicológica e tratamento psicoterápico, além de orientação vocacional e profissional. Ainda que se planeje disponibilizar um espaço físico, ligado à universidade, onde os atendimentos ocorrerão, é importante ter em mente o conceito de clínica ampliada. Nesse sentido, a inserção das ações da psicologia clínica da UFSB no âmbito dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) pode promover a efetivação de uma clínica ampliada na rede básica, com o intuito de articular o serviço à comunidade e religar os conceitos de clínica-política-produção de modos de vida e de subjetivação.

Requisitos para a inscrição no processo seletivo:

  • Ser um egresso de um curso de BI ou LI da UFSB;
  • Possuir competências em inglês instrumental e informática, comprovadas através a aprovação dos CCs EOLI, CELI, Raciocínio Computacional e Perspectivas Matemáticas e Computacionais.

Critérios de classificação:

  • Coeficiente de Rendimento do BI ou LI (peso 2,0)
  • Coeficiente de Rendimento Especifico na Área de Concentração Subjetividade e Processos Biopsicossociais e Comunitários conforme descrição no PPC do Curso (peso 4,0)
  • Memorial Acadêmico da trajetória do estudante no primeiro ciclo com documentação comprobatória. (peso 4,0)

A respeito das políticas afirmativas, a seleção para o curso de Psicologia obedecerá aos critérios definidos pelo CONSUNI e a Legislação vigente.

Caso existam vagas remanescentes, estas poderão ser ofertadas para estudantes oriundos de outras universidades, egressos de Bacharelados ou Licenciaturas Interdisciplinares. Os processos de classificação para estes estudantes serão os mesmos definidos para os estudantes da UFSB. O colegiado do curso avaliará a pertinência de uma área de concentração análoga cursada em outra instituição.

Vagas Anuais: 60 (sessenta)

30 vagas para o Centro de Formação em Ciências Humanas e Sociais no Campus Sosígenes Costa.

30 vagas para o Centro de Formação em Ciências da Saúde no Campus Paulo Freire

Álamo Pimentel

Antonio José Costa Cardoso

Cinara de Araujo Soares

Cristiano da Silveira Longo

Fábio Nieto Lopez

Gabriela Andrade da Silva

Gabriela Lamego

Gustavo Bruno Bicalho Gonlçalves

Isabel Cristina Belasco

Ita de Oliveira e Silva

Maria Helena Machado Piza

Martin Domecq

Rafael Andrés Patino Orozco

Raquel Siqueira da Silva

Sandra Adriana Neves Nunes

Spensy Kmitta Pimentel

Stella Narita

Vanner Boere Souza

Fim do conteúdo da página