Nair Floresta

Graduada em Letras com habilitação em Espanhol, pela Universidade Estadual de Santa Cruz (1994), mestrado em Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira, pela Universidade de Alcalá (2001) e doutorado em Educação (Didáctica de las Lenguas y la Literatura), pela Universidade Complutense de Madrid (2012). Integrante do Grupo de Pesquisa PROELE: Formação de Professores de Espanhol em contexto latino-americano. É professora de Espanhol da Universidade Estadual de Santa Cruz. Estuda o componente afetivo na formação de professores, com ênfase no estudo das emoções e sentimentos como fenômenos afetivos nucleares da Inteligência Emocional e da Educação Emocional. É fundadora do grupo de trabalho Emofor e pioneira no estudo da gostatividade como fenômeno afetivo emergente.