Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > IHAC CPF > Informes > Docente da UFSB, Campus Paulo Freire, é aprovado em Programa de Pós-Doutorado em Educação, na UFBA
Início do conteúdo da página
Informes IHAC CPF

Docente da UFSB, Campus Paulo Freire, é aprovado em Programa de Pós-Doutorado em Educação, na UFBA

  • Publicado: Sexta, 03 de Maio de 2019, 14h55
  • Última atualização em Sexta, 03 de Maio de 2019, 14h56
  • Acessos: 1304

 

O docente Francisco Antonio Nunes Neto, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Paulo Freire, com atuação no Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades e no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER), no Campus Paulo Freire, foi selecionado, através do edital 02/2019, vinculado ao Programa Nacional de Pós-Doutorado – PNPD/CAPES, para bolsa de estudos em nível pós-doutoral junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Sul da Bahia.

xicco

Francisco destaca que “Se trata da aprovação em um edital de relevada importância, tanto para qualificação profissional quanto para a continuidade e promoção de pesquisas acadêmicas realizadas no país em nível de Pós-Doutorado. Nestes tempos marcados por mudanças tão abruptas nas políticas educacionais, talvez estejamos vivenciando, infelizmente, as últimas edições de editais dessa natureza. Contudo, é imensa a alegria na aprovação do edital PNPD-CAPES, uma vez que, profícuos acordos de cooperação de pesquisas poderão ser estabelecidos entre a Universidade Federal do Sul da Bahia e a Universidade Federal da Bahia, ganhamos todos”.

A aprovação do docente foi publicada no dia 23 de abril de 2019 e a seleção envolveu análise do Currículo Lattes do candidato e avaliação do projeto de pesquisa. O projeto de pesquisa submetido pelo docente, intitulado “Descolonizar a cultura: os mestres e as mestras dos saberes populares tradicionais na Escola Básica e as práticas socioeducativas no Extremo Sul da Bahia”, tem como objetivo problematizar a introdução dos mestres e mestras dos saberes populares tradicionais das comunidades remanescentes de quilombo, a saber Helvécia, Araras e Rio do Sul, e dos povos indígenas das comunidades Maxakali e Pataxó, no contexto dos processos de ensino-aprendizagem na Escola Básica no Extremo Sul da Bahia.

A pesquisa do docente Francisco Antonio Nunes Neto será realizada entre os meses de maio de 2019 e maio de 2020.

Fim do conteúdo da página