Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > DTIC > Setores
Início do conteúdo da página

Setores

Publicado: Segunda, 09 de Julho de 2018, 10h30 | Última atualização em Sexta, 31 de Agosto de 2018, 11h52 | Acessos: 666

As atribuições e responsabilidades da Ditic estão diretamente alinhadas com o nível estratégico da Protic. Dessa forma, as responsabilidades da diretoria são:

  • Representação institucional: ser o intermediário entre a equipe de infraestrutura e as outras diretorias, a pró-reitoria, com as coordenações de campus, empresas prestadora de serviço, outras instituições (Escola superior de redes da RNP, AdminIP Portal de periódicos CAPES);
  • Participar da elaboração de planejamentos e planos da pró-reitora como: PDTIC, PCTIC, PETI entre outros;
  • Participar da elaboração, implementação e manutenção da política de segurança da informação e o plano de continuidade de negócios;
  • Gestão de Aquisições e Contratações em Infraestrutura de TIC:
    • Participar, juntamente com os integrantes técnicos nos processos aquisição de equipamentos e softwares;
    • Acompanhamento da qualidade dos serviços prestados, ateste de notas;
  • Elaboração de normas e políticas;
  • Gestão de recursos humanos;
  • Gestão de Projetos e Produtos de Infraestrutura de TIC;
  • Elaboração de relatórios;

Em nível organizacional a diretoria está diretamente ligada à Protic e possui diretamente subordinadas uma coordenação e um setor de operações de TIC. Além disso, os setores de operações de infraestrutura de TIC dos campi, embora não estejam lotados na árvore hierárquica da Ditic, possuem uma relação colaborativa com essa diretoria, seguindo as diretrizes definidas e atuando de forma co-participativa em ações e projetos.

Coordenação de Infraestrutura de Redes e Serviços

Esta coordenação é responsável pelo planejamento, criação e manutenção da rede digital da UFSB, interligando os 3 campi e seus colégios universitários à Internet, fornecendo um ambiente de comunicação digital para toda a comunidade acadêmica. Além disso, compete à esta coordenação o planejamento, criação e manutenção de diversos serviços de TIC e a participação na criação e implantação das políticas e normas de segurança da informação na UFSB.

Suas atribuições e responsabilidades são:

  • Padronizar e gerir os procedimentos de segurança de acesso aos serviços de TIC;
  • Emitir pareceres técnicos da área de Tecnologias de Informação e Comunicação - TIC;
  • Prospectar, padronizar e especificar a aquisição de software e hardware para infraestrutura de rede lógica;
  • Gerir os dados institucionais, no que diz respeito a segurança da informação, que inclui:
    • Tratar incidentes de segurança da informação;
    • Serviço de monitoramento de ativos de rede e links;
    • Backup;
    • Firewall;
    • Logs;
  • Participar do planejamento da contratação de soluções de TIC, descrição de equipamentos e serviços de TIC para aquisição ou contratação;
  • Gerir as atividades inerentes a esta coordenação com a equipe de operações de infraestrutura de TIC;

Setor de Gestão de Centro de Dados

Responsável pela gestão dos centros de dados, seus equipamentos, serviços e servidores, o que inclui:

  • Gestão de equipamentos servidores físicos e virtuais dos três campi e reitoria;
  • Gestão dos servidores Virtuais e serviços de infraestrutura que estão alocadas na UFBA;
  • Implantação e manutenção de servidores;
  • Implantar e gerenciar serviços de antivírus, backup, AD, DNS, DHCP;
  • Suporte a serviços de E-mail (quota, SMTP, IMAP, listas, etc.);
  • Gerenciar servidor de arquivos;
  • Manter o serviço da Comunidade Acadêmica Federada- CAFe;
  • Gerenciar servidores WEB e de banco de dados (PostGres, MySQL, SQLServer, etc);
  • Monitorar a infraestrutura de servidores;
  • Participar do tratamento de incidentes de segurança da informação;
  • Participar do planejamento da contratação de soluções de TIC, descrição de equipamentos e serviços de TIC para aquisição ou contratação;

Setor de Gestão de Redes

Responsável pela gestão da infraestrutura de rede digital e da supervisão da rede, que inclui:

  • Padronizar e gerir os recursos de rede lógica e física e outros serviços de TIC inerentes à área de infraestrutura, tais como:
    • Configuração e manutenção de equipamentos de rede do tipo L2, L3, Wireless;
    • ACL, MPLS;
    • Serviço de DHCP;
    • QoS;
    • Avaliar os projetos de rede cabeada e propor melhorias a DINFRA, quando necessário;
  • Gestão de serviços de rede:
    • Serviço de diretório;
    • Serviço de compartilhamento de arquivos;
    • Serviço de antivírus;
    • Participar do tratamento de incidentes de segurança da informação;
    • Serviço de monitoramento de ativos de rede, logs e links de dados;
  • Participar do planejamento da contratação de soluções de TIC, descrição de equipamentos e serviços de TIC para aquisição ou contratação;

Setor de Operações de Infraestrutura de TIC

Responsável pelo planejamento, gestão e atendimento das demandas diárias dos usuários dos recursos de TIC.

São atribuições e responsabilidades deste setor:

  • Executar o atendimento e suporte aos usuários;
  • Realizar manutenção nos terminais de acesso de ordem corretiva, preventiva e preditiva (Desktops, Notebooks, Smartphone, Telefone, Impressoras, etc.);
  • Realizar operações de manutenção no centro de dados, conforme normativas da CRI;
  • Realizar operações de manutenção em switch de camada 3, conforme normativas da CRI;
  • Realizar operações de manutenção em regras de firewall, sob a autorização da CRI;
  • Acompanhar técnicos de operadoras de telefonia para suporte no centro de dados;
  • Realizar suporte aos usuários da universidade com relação aos serviços de telefonia VoIP;
  • Monitorar os links de dados dos campi, Colégios Universitários e Complexos Integrados;
  • Acionar as operadoras de telecomunicações e provedores de links de dados em caso de anormalidades nos links de comunicação;
  • Auxiliar em projetos de cabeamento estruturado;
  • Auxiliar na especificação de equipamentos de rede, estações de trabalho, notebooks, para aquisição, quando necessário;
  • Padronizar e gerir os recursos de comunicação como e-mail e telefonia;
  • Apoiar as ações da coordenação;

Seção de Redes e Telefonia

Faz a gestão da infraestrutura de acesso a rede digital, inclui a supervisão da rede física:

  • Gerir a infraestrutura de rede camada 2 como: switches, controladora wifi, access points, etc;
  • Monitoramento dos links de dados;
  • Gestão de contas de acesso do serviço de diretório;
  • Gestão da telefonia VOIP e analógica;

Seção de Gestão de equipamentos de TIC

Faz a interface com o setor de patrimônio da UFSB, emite pareceres técnicos da área de Tecnologias de Informação e Comunicação - TIC, bem como a gestão das garantias dos equipamentos de TIC.

Seção de Monitoramento

Responsável por acompanhar a qualidade das redes de comunicação e dos serviços e aplicações, observando os parâmetros necessários para garantia da melhor experiência de uso da infraestrutura de TIC.

Fim do conteúdo da página