Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Planta Símbolo do Jardim
Início do conteúdo da página

Planta Símbolo do Jardim

Publicado: Quarta, 16 de Maio de 2018, 14h10 | Última atualização em Quarta, 16 de Maio de 2018, 14h18 | Acessos: 570

O pau brasil [Paubrasilia echinata (Lam.) E. Gagnon, H.C. Lima & G.P. Lewis], também conhecida como ibirapitanga, arubutã, pau-de-pernambuco ou brasileto, é uma espécie típica da Mata Atlântica e sua história se confunde com a própria história do Brasil, único país do mundo que recebe o nome de uma planta.

Os indígenas que habitavam o Brasil antes da chegada dos portugueses já utilizavam a ibirapitanga (do Tupi ïbi'rá = pau; pi'tãga = vermelho), mas a chegada dos portugueses tornou esta espécie alvo de uma intensiva exploração que durou 375 anos entre os séculos XVI e XIX e continua até os dias de hoje, ainda que em menor escala. Estima-se que existiam cerca de 70 milhões de árvores dessa espécie distribuídas desde o Rio Grande do Norte até o Rio de Janeiro, mas atualmente encontram-se restritas a fragmentos de florestas nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e sul da Bahia.

A espécie foi descrita inicialmente por Lamarck em 1785 como Caesalpinia echinata, mas em estudo recente, o pau-brasil passou a se chamar cientificamente Paubrasilia echinata, diante das análises genéticas realizadas por Ediline Gagnon e colaboradores, utilizando mais de 200 espécies aparentadas do pau-brasil, levando-os a atribuir-lhe um novo nome devido a sua peculiaridade evolutiva que diverge das demais espécies do gênero Caesalpinia.

O pau-brasil é uma árvore da Mata Atlântica, frondosa, da família botânica das leguminosas (família do feijão, soja, amendoim e jacarandás), que possui entre 15 e 30 metros de altura, mas quando cultivada dificilmente ultrapassa os 12 metros. Seus troncos, ramos e frutos possuem acúleos (que são estruturas semelhantes a espinhos) e daí deriva o seu nome específico “echinata” que significa “com espinhos”. As folhas são recortadas e brilhantes na sua face superior e contrastam com o belíssimo amarelo de suas flores, tornando-a uma planta com grande potencial ornamental-paisagístico.

Apesar de seu valor histórico, econômico, ecológico e ornamental, o pau-brasil encontra-se na Lista de Espécies da Flora Brasileira ameaçada de extinção desde 2004 e em 2012, o Ministério do Meio Ambiente instituiu o Plano Nacional de Conservação do Pau Brasil (Portaria 320/2012), mas ainda hoje não existe um Plano de Ação Nacional para a conservação desta espécie tão importante.

Diante de toda essa importância histórico-cultural e ambiental do pau-brasil e da localização do Jardim Botânico FLORAS, essa planta foi escolhida como a Planta Símbolo do Jardim, na esperança de um dia vê-la fora das listas de espécies ameaçadas.

          frutoFolha       flor

 

Fim do conteúdo da página